Pro­gra­ma de For­ma­ção de Célu­las Coo­pe­ra­ti­vas ava­lia três anos de ati­vi­da­des

ByContato - Campus de Diamantino

Pro­gra­ma de For­ma­ção de Célu­las Coo­pe­ra­ti­vas ava­lia três anos de ati­vi­da­des

Ontem (22), coor­de­na­do­res do Pro­gra­ma de For­ma­ção de Célu­las Coo­pe­ra­ti­vas (Foc­co) se reu­ni­ram para ava­li­ar os impac­tos do pro­gra­ma após três anos de sua implan­ta­ção na Une­mat. Foi dis­cu­ti­do que, além dos seis ex-bol­sis­tas do Foc­co atu­an­do em cur­so de Mes­tra­do, já é pos­sí­vel veri­fi­car, por meio de dados com­pro­ba­tó­ri­os, melho­ri­as sig­ni­fi­ca­ti­vas em apro­va­ção de aca­dê­mi­cos em dis­ci­pli­nas com alto índi­ce de repe­tên­cia. Pro­va dis­so foram os diver­sos tra­ba­lhos apre­sen­ta­dos nos even­tos cien­tí­fi­cos, em espe­ci­al no Semi­ná­rio de Edu­ca­ção (Semi­e­du) e na Jor­na­da Cien­tí­fi­ca.

Após uma ava­li­a­ção cri­te­ri­o­sa fei­ta pelos coor­de­na­do­res locais, Andre Milho­men, Car­los Edi­nei de Oli­vei­ra, Clei­de Maria Gus­mão, Fran­ci­a­no Antu­nes, Gil­de­te Evan­ge­lis­ta, Howen­da Baga­nha, Junio Mar­ti­nes, Kari­ne Nona­to, Mar­ce­lo Holzs­chuh, Mar­cus Dama­ce­no, Maria Eloi­sa Mig­no­ni, Mari­nez Carg­nin Sti­e­ler e Tati­a­ne Boti­ni, e a coor­de­na­do­ra geral, Rena­ta Cin­tra, o novo edi­tal foi reor­ga­ni­za­do e será publi­ca­do em abril. Alguns coor­de­na­do­res não pude­ram estar pre­sen­tes nes­ta reu­nião, mas con­tri­buí­ram envi­an­do suges­tões. No momen­to da reu­nião, a rei­to­ra Ana Maria Di Ren­zo e o vice-rei­tor Ari­el Lopes Tor­res esta­vam em Cui­a­bá, em cum­pri­men­to de agen­da, e tam­bém con­tri­buí­ram opi­nan­do para melho­ria da imple­men­ta­ção do Foc­co na Une­mat.

A rei­to­ra afir­ma que o Foc­co, embo­ra seja um pro­gra­ma com ape­nas três anos de implan­ta­ção na Une­mat, tem con­tri­buí­do para a per­ma­nên­cia de aca­dê­mi­cos na ins­ti­tui­ção “Na medi­da em que o alu­no apren­de a estu­dar por meio da Apren­di­za­gem Coo­pe­ra­ti­va, apren­de melhor o con­teú­do do seu cur­so, soci­a­li­za com outras pes­so­as, fazen­do novas ami­za­des, e tam­bém des­per­ta em si o sen­ti­men­to de per­ten­ci­men­to à ins­ti­tui­ção, e isso faz com que não desis­ta da sua for­ma­ção, e pro­cu­ra moti­var outras pes­so­as a fazer o Ensi­no Supe­ri­or”, afir­ma Ana Di Ren­zo.

Fon­te: http://portal.unemat.br/?pg=noticia/10695/Programa%20de%20Forma%E7%E3o%20de%20C%E9lulas%20Cooperativas%20avalia%20tr%EAs%20anos%20de%20atividades

About the author

Contato - Campus de Diamantino administrator